quinta-feira, 25, abril 2024
spot_img
HomeCuriosidadesEstações de trem históricas de Limeira e Piracicaba passam por restauração para...

Estações de trem históricas de Limeira e Piracicaba passam por restauração para preservação do patrimônio

Objetivo é preservar a história dos locais e incentivar o turismo na região.

Por: G1

As históricas estações de trem dos municípios de Piracicaba (SP) e Limeira (SP) estão passando por obras de restauração como forma de preservação da história, além de incentivar o turismo nas cidades e região.

A previsão de conclusão das reformas é para maio deste ano em Limeira (SP), e junho na centenária Estação da Paulista de Piracicaba.

Estação da Paulista

Estação da Paulista, em Piracicaba (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

Estação da Paulista, em Piracicaba (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

Na Estação da Paulista, em Piracicaba, as obras começaram no dia 7 de dezembro de 2022, e o prazo máximo de conclusão é de 180 dias, com o valor de contratação de R$ 302 mil. O local completou 100 anos em 2022, e foi um dos principais pontos de escoamento do açúcar do engenho para a capital e exterior, se tornando um patrimônio histórico importante para o desenvolvimento da cidade.

O jornalista João Umberto Nassif aponta o que de fato significou o surgimento da estação para os moradores e como as viagens provocaram uma mudança de hábitos na região.

“Quando foi inaugurada, foi uma explosão para na cidade, na verdade, foi aquela grande conquista de todas as classes, não só da classe pobre, mas também da classe que iria efetivamente se utilizar com mais frequência dos benefícios da estação”, lembrou.

“As pessoas que iam para São Paulo, colocavam suas melhores roupas, e quando retornavam já vinham com aquele ar de quem respirou o ar da capital. E aqui na plataforma, era muito comum o pessoal já saber o horário de chegada do trem, então o pessoal vinha esperar para saber das novidades da capital, isso mudou hábitos. O que antes era uma cidade isolada passou a ser uma cidade conectada à um grande centro”, continuou.

O aposentado José Paulino Filho relembra como foi a experiência de poder trabalhar no auge das atividades ferroviárias na estação.

“Eu gostava, eu trabalhava com amor, então eu tinha um prazer mesmo. Lembro até hoje do barulho do apito, quando a gente falava ‘O trem está pronto, pode ir embora’, então ele dava um apito e partia, isso é lindo!”, recordou.

Para restauração completa da Estação da Paulista, serão trocados toda a parte de forro, calhas, tela de proteção para pássaros e garagem dos trens. Além disso, as paredes serão limpas e pintadas. Ao todo, são sete trabalhadores atuando nas obras.

Estação de trem de Limeira

O prédio da estação ferroviária de Limeira (SP) levou aproximadamente três anos para ser construído, entre 1873 e 1876, e manteve o funcionamento até 1997.

O projeto de reforma da estação já está na segunda fase, e o secretário de Urbanismo de Limeira, Matias Razzo, explica o que está sendo realizado no local até o momento.

“Essa fase é a final. Ela contempla toda a parte de infraestrutura e elétrica, trazendo para modernidade a construção de um reservatório. Tem toda a parte de acabamento que está sendo concluída também, inclusive a revitalização de uma praça também que tem logo em frente. A ideia é que essa obra se conclua em 4 meses e o prédio volta a estar disponível para ser utilizado”, contou.

Para Valdemar Martins, construtor civil, poder participar da restauração do local traz a sensação de gratidão pelo município, “Gratificação a gente tem de preservar a história, ver o patrimônio, uma restauração de um prédio que sabemos que tem uma história”, pontuou.

O morador José Benedito Toledo relembra as viagens e experiências que passou no local. “As viagens que eu fazia para Marília (SP), Tupã (SP) eram muito boas. Eu acho muito importante [a reforma das estruturas], essa estação para nós era uma beleza”, disse.

Anúncios

RELATED ARTICLES
- Publicidade -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments