domingo, 21, abril 2024
spot_img
HomeCuriosidadesFicar por um longo período sentado no vaso sanitário faz mal à...

Ficar por um longo período sentado no vaso sanitário faz mal à saúde

Coloproctologistas afirmam que o hábito pode levar ao surgimento de hemorroidas e resultar em sangramentos

Atire a primeira pedra quem nunca ficou mais tempo do que deveria sentado no vaso sanitário olhando mensagens e/ou e-mails no celular, lendo notícias ou até mesmo se divertindo com vídeos da internet. Pode até ser um momento de relaxamento, mas especialistas alertam que o hábito bastante comum pode ser prejudicial à saúde e causar hemorroidas.

“O hábito de ficar sentado no vaso sanitário por períodos prolongados pode aumentar a pressão nos coxins hemorroidários e, com o tempo, acabar fazendo com que suas veias e artérias aumentem de tamanho, tornando-os sintomáticos, e é aí que está o problema, informa o médico coloproctologista Lucas Banterli Vinhas. 

“Hemorroidas são estruturas anatômicas e que todos temos no ânus. São “coxins vasculares” que em algumas situações podem aumentar de tamanho e tornar-se sintomáticos. Assim se forma a doença hemorroidária, que afeta igualmente homens e mulheres. Apesar de não termos dados tão específicos da população brasileira, a doença hemorroidária certamente é um dos problemas mais comuns no consultório do coloproctologista”, continua o especialista. “Os principais sintomas são: sangramento, prolapso ou inchaço das hemorroidas, dor ou coceira anal.”

As principais causas para o problema são a constipação intestinal, idade avançada e situações que gerem aumento da pressão abdominal, segundo Vinhas. “E, consequentemente, torne esses vasos ingurgitados (inchados) e aumentem de tamanho, como: gestação, esforço físico e permanecer sentado por muito tempo, que é o caso de quem fica muitas horas no vaso sanitário, por exemplo”, destaca.

Qual o período ideal para ficar sentado no vaso sanitário?

De acordo com o coloproctologista Lucas Banterli Vinhas, não existe um dado na literatura científica que determine o tempo máximo de permanência sentado no vaso sanitário. “Recomendo aos pacientes que se assentem ao vaso sanitário no momento em que estiverem com vontade mesmo, não ir antes e ficar se distraindo no celular, por exemplo. E logo depois que terminar, já fazer a higienização com ducha higiênica ou tomar banho, não ficar assentado se distraindo sem necessidade”, ressalta.

Prevenção e tratamentos

A doença hemorroidária tem diversas opções de tratamentos. “Cirúrgicos ou não, e em caso de sintomas como sangramento, sensação de inchaço, dor ou coceira anal, o paciente deve procurar o auxílio de um coloproctologista para o diagnóstico preciso e a escolha do melhor tipo de tratamento”, alerta Vinhas. 

Se quisermos evitar o surgimento ou até mesmo a progressão da doença hemorroidária, devemos manter o nosso intestino saudável com um consumo adequado de fibras e líquidos, destaca o coloproctologista. “Associado a uma rotina de exercícios físicos. Além disso, é preciso evitar condições que ocasionem trauma local como o uso de papel para realizar a higiene local após evacuar (que idealmente deve ser realizada com ducha, bidê ou banho) e, finalmente, evitar permanecer sentado no vaso sanitário por longos períodos”, completa.

A coloproctologista Cristiane Koizimi Martos Fernandes também alerta: “A doença hemorroidária tem tratamento, que começa com mudanças de hábitos de vida como aumento da ingestão de fibras dietéticas – exemplo: verduras, folhas, legumes crus, cereais e frutas; aumento a hidratação oral; atividades físicas regulares, evitando o sedentarismo; assim como evitar ficar sentado no vaso sanitário por muito tempo. Além disso, se for preciso, tratar com medicamentos, procedimentos de consultório como a ligadura elástica e a cirurgia (hemorroidectomia)”. 

Por:estadão

Anúncios

RELATED ARTICLES
- Publicidade -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments