sexta-feira, 24, maio 2024
spot_img
HomeMundoInfusões de cetamina melhoram sintomas de depressão e ansiedade, diz estudo

Infusões de cetamina melhoram sintomas de depressão e ansiedade, diz estudo

Pesquisa também associa o anestésico à melhora dos sintomas em ideação suicida

Por: CNN

As pessoas que receberam cetamina intravenosa em três clínicas privadas de infusão de cetamina tiveram “melhoria significativa” nos sintomas de depressão, ansiedade e ideação suicida, diz um novo estudo.

O estudo, publicado na segunda-feira (12) no Journal of Clinical Psychiatry, se soma a um crescente corpo de pesquisas que mostram a promessa da cetamina no tratamento dessas condições.

Ele “fornece mais alguns dados do mundo real, o que é incrivelmente importante” porque ajuda a mostrar seu potencial para trabalhar em uma população mais geral, disse o Dr. Gerard Sanacora, professor de psiquiatria da Escola de Medicina de Yale, nos Estados Unidos.

Mas o estudo deixa algumas lacunas críticas, incluindo dados sobre efeitos adversos e comparações diretas com outras opções, que dificultam a conclusão de como deve ser usado, disse ele.

A cetamina é um medicamento poderoso usado em hospitais principalmente como anestésico. Também é usado ilegalmente como uma droga de clube que cria um efeito intenso e dissociativo. Como não é aprovado para tratar a depressão e, portanto, é usado para esse fim “off-label” [fora das condições aprovadas], não é coberto pelo seguro, mesmo quando recomendado por um médico.

O estudo

Os pesquisadores analisaram dados de 424 pessoas com depressão resistente ao tratamento que foram tratadas entre novembro de 2017 e maio de 2021 em três clínicas de infusão de cetamina na Virgínia (EUA) especializadas em pessoas com ideação suicida, depressão ou ansiedade.

Durante cada visita à clínica, os pacientes preenchiam inquéritos de saúde física e mental. Os pacientes receberam seis infusões em 21 dias.

Dentro de seis semanas após o início das infusões, dizem os pesquisadores, metade dos participantes respondeu ao tratamento e 20% tiveram sintomas depressivos em remissão. Após 10 infusões, as taxas de resposta e remissão foram de 72% e 38%, respectivamente.

Metade dos pacientes que tiveram ideação suicida estavam em remissão após seis semanas, e houve uma redução de 30% nos sintomas de ansiedade ao longo do tratamento, de acordo com o estudo.

As taxas de resposta na fase inicial do tratamento foram semelhantes às da medicação oral e da estimulação magnética transcraniana para a depressão resistente ao tratamento, dizem os pesquisadores.

As taxas de remissão estavam no mesmo nível da estimulação transcraniana, mas não foram tão úteis quanto os testes otimizados de terapia eletroconvulsiva, os quais podem ser mais caros e acarretar riscos adicionais.

As limitações da pesquisa incluem que não foi um estudo cego com um grupo controle. Ele não olhou para as pessoas que se recusaram a receber infusões e se baseou em pesquisas autorrelatadas.

Os pesquisadores também observam que não avaliaram sistematicamente os efeitos colaterais ou eventos adversos do tratamento, mas estudos anteriores não encontraram efeitos colaterais permanentes ou de longo prazo na memória ou declínio cognitivo.

A falta de informação sobre os efeitos adversos é “decepcionante”, disse Sanacora. A cetamina vem com um “conjunto único de riscos, tanto para o indivíduo quanto para a sociedade”, incluindo o potencial de abuso de drogas e efeitos desconhecidos do uso frequente, especialmente em níveis mais altos.

Mas sem os dados de efeitos adversos – e sem comparar os resultados com um grupo de controle ou não, é difícil saber como pesar os benefícios contra os riscos.

“Meu ponto é que acho que este é um tratamento incrivelmente importante para adicionar ao nosso arsenal para combater distúrbios graves de humor e doenças psiquiátricas, mas temos que usá-lo com responsabilidade e cuidado”, disse ele.

Em 2019, a Food and Drug Administration dos EUA aprovou um spray nasal que usa escetamina, um primo da cetamina, para depressão resistente ao tratamento.

Os pesquisadores do novo estudo dizem que as infusões de cetamina racêmica (que usa duas formas de moléculas de cetamina, em contraste com a forma única da escetamina) são mais baratas que a escetamina e podem resultar em economia se forem cobertas pelo plano de saúde.

Anúncios

RELATED ARTICLES
- Publicidade -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments