segunda-feira, 22, julho 2024
spot_img
HomeUncategorizedVerdão supera o timão em Itaquera mais uma vez

Verdão supera o timão em Itaquera mais uma vez

    Na tarde de ontem (16) às 16h00 começou a primeira semifinal do campeonato paulista de 2021, o maior clássico do Brasil, Corinthians e Palmeiras se enfrentaram em um jogo disputadíssimo do início ao fim, mas o campeão da América foi quem levou a melhor: 2×0 para o Palmeiras.
    A partida foi na casa do Corinthians, a Neo Química Arena, e começou com muita intensidade, um Corinthians demonstrando muita vontade e tomando a atitude no jogo, afinal jogava em casa, e precisava dar uma resposta positiva ao seu torcedor, porque após a derrota por 4×0 contra o Peñarol e consequentemente uma eliminação muito precoce na sulamericana, restava ao timão enfrentar o Palmeiras para chegar á final do Paulistão. Mas a fiel se desapontou novamente.
    O alviverde chegou embalado para a semifinal, havia conquistado sua classificação antecipada para as oitavas de final da Libertadores – por sinal, está com 100% de aproveitamento na competição -, uma vitória muito difícil diante do RedBull Bragantino, chegava a mais uma semifinal de estadual. A única dúvida era se o técnico Abel Ferreira fosse usar o time titular contra o Corinthians, e o português acertou em cheio em colocar os titulares na partida, primeiramente por respeito ao Corinthians, o maior rival do Palmeiras merece respeito independente do campeonato disputado, segundo por ser uma semifinal de campeonato, e como o Palmeiras está tranquilo na Libertadores, teria de usar força máxima contra os alvinegros.
    A partida teve vários lances de perigo dos dois lados, o Palmeiras com uma calma impressionante, beirando á displicência, o timão estava ciente do seu dever, e jogou com raça, criou chances, agrediu o Palmeiras além do limite da sanidade, pois no segundo tempo deixou o time inteiro á frente do meio de campo. 
    O Corinthians ia pra cima do Palmeiras, respeitando o alviverde (como deve ser), acertou a trave com Gabriel no início do jogo, Gustavo Silva (vulgo Mosquito) foi um dos melhores jogadores em campo mesmo entrando no segundo tempo, foi pra cima, sem medo, arriscou jogadas, até que sofreu um pênalti aos 40` do segundo tempo, mas quando Luan teve a chance de colocar o timão de volta na disputa, mandou a bola no travessão – que não satisfeita, bateu na nuca do goleiro Weverton, mas não entrou -, e assim foi o time do povo em campo, um time limitado mas que correu para garantir a classificação, mas o Palmeiras foi melhor.
    Falando agora do Palmeiras, jogou uma partida calma e serena, parecia uma pré-temporada para os atletas alviverdes em campo, um jogo com um tamanho considerável com seu maior rival, e Raphael Veiga dando caneta em Luan, Patrick de Paula driblando no meio campo, pisando na bola, uma calma que beira á irresponsabilidade, mas jogar calmo não significa desdenhar do rival. Palmeiras teve inúmeras possibilidades de matar o jogo, com direito a bolas na trave, bolas raspando a trave do goleiro Cássio, saídas de bola erradas dos zagueiros corintianos fornecendo a maior arma que o Palmeiras tem, o contra-ataque. Mas foi com gols de Victor Luís – para mim, o melhor em campo – e Luiz Adriano, o alviverde carimba seu passaporte para mais uma final de estadual, dessa vez defendendo o título.
    E como o futebol é sacana não? Na fase de grupos, última rodada, bastava o Corinthians perder para o Novorizontino que desclassificaria o Palmeiras, e ontem o Palmeiras eliminou o timão do estadual na semifinal.
    Por fim, chegou ao fim a paciência da diretoria corintiana com o treinador Vagner Mancini, que foi demitido cerca de uma hora depois da eliminação para o Palmeiras.
    O Palmeiras enfrentará o São Paulo na decisão do Paulistão em duas datas: Quarta-feira (19) no Allianz Parque, e a finalíssima será no Domingo (25) no Morumbi.
RELATED ARTICLES
- Publicidade -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments