sexta-feira, 24, maio 2024
spot_img
HomeUncategorizedGalo figura na briga pelo título da Libertadores

Galo figura na briga pelo título da Libertadores

 

    O Atlético Mineiro vêm desde o ano passado com um grande investimento, contratando diversos jogadores de peso, como por exemplo Keno, Eduardo Vargas, Hulk, Nacho Fernández, entre outros atletas, sem contar que o galo contratou o técnico atual vice-campeão da América, o maior treinador da história do Atlético, Cuca, retornou ao clube nesta temporada com foco em tirar o clube da fila de títulos importantes.
    Desconsiderando torneios estaduais e amistosos, o último título de grande expressão do Atlético foi em 2014, com a conquista inédita em sua história da Copa do Brasil, e para melhorar o que já era bom, foi conquistada em cima do Cruzeiro, seu maior rival.
    Após a geração mais vitoriosa na história do galo – em questão de títulos expressivos, não em quantidade – o clube só conquistou o último campeonato estadual. Foi no ano passado, com a chegada do até então badaladíssimo técnico Jorge Sampaoli que o galo começou a se fortalecer. No ano passado, chegaram 19 atletas, com um gasto aproximadamente de R$178 milhões, mas até o momento, este elenco caríssimo só retornou um campeonato mineiro.
    O ano na cidade do galo começou agitado com a chegada de mais reforços, longe de serem na mesma quantidade que em 2020, mas em peso muito maior. Hulk e Nacho Fernández chegaram em BH para ajudar o galo a sair dessa fila que dura desde 2014. E a princípio, são fortes candidatos a conseguir, pelo o que vêm sendo mostrado na Libertadores.
    A campanha do Atlético começou conturbada, um empate amargo por 1×1 contra o Deportivo La Guaira/VEN, um time totalmente inexpressivo no cenário sul-americano. Houve também aquele episódio entre Cuca e Hulk, onde o atacante achava que tinha que ter mais tempo dentro de campo, chegando até mesmo a dar declarações sobre o caso na imprensa.
    O tempo passou e estamos hoje encerrando a penúltima rodada da Libertadores. Hoje o galo conta com seis pontos de distância para o segundo colocado do grupo, Cerro Porteño/PAR, garantindo a primeira  colocação do grupo e hoje figura como a melhor campanha da competição. O Hulk desencantou e vem fazendo jus ao que  é investido nele por mês, junto á expectativa da torcida.
    Com o técnico campeão da Libertadores de 2013, um elenco estrelado de jogadores vitoriosos como Nacho Fernández (Campeão da Libertadores em 2018 e vice-campeão em 2019 pelo River Plate/ARG), Hulk (jogou a copa do mundo de 2014 pelo Brasil), Eduardo Vargas (Bicampeão da Copa América com a seleção chilena), entre outros jogadores de excelentíssima qualidade  que não atingiram esse status de campeões de grandes torneios na carreira.
    Na minha opinião, o galo é um dos favoritos ao título da Libertadores, junto com River Plate/ARG, Palmeiras e Flamengo.
RELATED ARTICLES
- Publicidade -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments